08/09/2014

0

Tratamento com Roacutan - Post Final...

É com muita frustração que venho escrever este último post a respeito da minha experiência com o Roacutan (Isotretinoína)... Por que frustração? Pelo simples motivo de que não tive como terminar o tratamento!

Não, meu fígado estava/está ok (a isotretinoína eleva algumas taxas e pode até levar à hepatite medicamentosa, por exemplo), o problema é que o Roacutan é um remédio muito forte, mexe com muita coisa no organismo e já me "prejudicava" muito, por conta da minha doença (e dela me fazer ter que tomar remédios que já são fortes o suficiente) e de obrigatoriamente não poder ficar sem tomar sol (Vitamina D insuficiente no organismo) tive que abortar a ideia do meu tratamento de pele.

Não lembro quantas caixas cheguei a tomar, mas minha dermatologista disse que o remédio já fez bastante efeito, pois não o tomo desde primeiro de julho e desde então tomei uma carga altíssima de corticoides (um dos efeitos colaterais é acne), mas minha pele não "pipocou". Muita sorte, creio...

Até agora tenho percebido uma ou outra espinha perdida, nada como era antes, nada de monstros malignos povoando minha face, o que eu realmente acho muito chato é que a oleosidade voltou com tudo e volto a me pegar com o rosto brilhando mais do que as estrelas... Detesto aquela sensação de rosto "melecado"!

A dermatologista disse que voltaremos aos tratamento mais brandos, ela voltou a me receitar o Azelan (ácido azelaico), agora usando-o duas vezes ao dia, e daqui a dois meses volto ao consultório para vermos como vai ficar a situação do melasma (se bem que o Azelan também funciona como clareador, mesmo não sendo específico para isso).

Sinto muita falta daquela pele sequinha e sem cravos, mas o que posso fazer? Do que me adianta um rosto lisinho e um corpo todo ferrado? De nada, né? Prioridades...

Bem, se você ainda tem alguma dúvida, não tenha! Fale com seu médico, veja a possibilidade de tomar o Roacutan e vá fundo. O remédio é muito bom e realmente faz com que a acne deixe de perturbar. A pele fica uma beleza e, não fossem as cicatrizes, pelo menos no meu caso, eu nem lembraria que já tive espinhas.

Comentários:

Postar um comentário

Pessoas queridas, comentários são respondidos nos próprios comentários, ok? Então, por favor, volte por aqui! Obrigada!